Tag Archives: Cristo

Onde está o tesouro da tua vida?

tesouros do coração Blog Ips(Mt 6.19-21) O que vem a sua mente quando você ouve a palavra “tesouro”? Um baú escondido? Algo de grande valor sentimental? Objeto de atenção e cuidado? Cristo em seu ministério, certa vez observando grande multidão que o seguia, resolve subir a um alto monte e dali passa a ensinar princípios para toda a vida. Percebendo o erro nas atitudes dos homens ele resolve conduzir o ser humano a uma jornada reflectiva rumo ao tesouro de cada um. Tratando do que poderia ser o tesouro mais valioso de cada indivíduo ele apresenta duas possibilidades para a guarda de tão valioso pertence. 1°) alguém poderia escolher guardar seu tesouro sobre a terra; 2°) alguém poderia escolher guardar seu tesouro no céu. Qual lugar te parece mais seguro? Façamos algumas ponderações: 1°) Guardar o tesouro na terra. Esta não parece ser a melhor opção. Embora muitas pessoas trabalhem arduamente para juntar riquezas neste mundo, as palavras de Cristo são bastantes claras: “Não acumuleis (...) tesouro sobre a terra”. Pesa contra a busca da riqueza com fim egoísta a proibição clara de Deus. O Senhor não é contra a riqueza em si, mas sim, contra a riqueza que é buscada com a motivação egoísta. A expressão de Mt 6.19 “sobre a terra” caracteriza a referida riqueza como algo pecaminoso. Portanto Deus proíbe tal comportamento. Riqueza sobre a terra é perecível. A traça e a ferrugem a consomem; minam e tiram o brilho “afugentando” seu valor. A riqueza que é buscada com um fim egoísta é frágil de mais. Podemos lembrar grandes reinos que surgiram, se engrandeceram e não permaneceram: egípcios, persas, babilônicos, gregos e etc. Definitivamente riquezas sobre a terra não duram, são perecíveis. Além disso, toda riqueza sobre a terra é inseguro: “Ladrões escavam e roubam”. Não é possível ter tranquilidade e sentir segurança com grandes valores num mundo onde por tão pouco se comete barbaridades contra a vida. Embora tudo isto seja verdades nos perguntamos: Como é possível o coração humano desejar sempre e cada vez mais, acumular riquezas sobre a terra desprezando a verdadeira riqueza que traz paz ao coração? A segunda possibilidade que Cristo nos apresenta quanto a guarda da riqueza é: 2°) Guardar o tesouro no céu. É o desejo de Deus para nossa vida. É a ordem do Senhor. O criador, conhecedor de todas as coisas e dono de tudo sabe o que é melhor para nós. O desejo dele sempre é o melhor a seguir. Quando Cristo ordena “ajuntai (...) tesouros no céu” ele está também caracterizando o tipo de riqueza que de fato devemos desejar, buscar e adquirir. Está riqueza é de conformidade aos princípios de Deus. De acordo com a passagem do jovem rico que vai ao encontro de Cristo ansiando pela salvação podemos perceber que nos princípios de Deus para a verdadeira riqueza inclui a vida coletiva. Deus exige de nós que vivamos de modo a considerar nosso semelhante a fim de lhe estender a mão sempre que for preciso (Mt 19.21). A busca de tal riqueza deve ser exercício de cada um de nós. Um tesouro celestial é permanente. Não se perde, nem nos é tirado. Além disso, embora venhamos a desfrutar parcialmente desta riqueza ainda nesta vida, grande parte dela está oculta em Deus como herança a ser recebida na glória (1Pe 1-3-5). Um tesouro celestial é seguro. Ele não se transforma, não perde seu valor jamais, é firme e invariável. Quando nosso tesouro está em deus podemos ficar seguros. Finalmente, Cristo nos mostra que o coração humano é a bússola para identificar onde está o tesouro pelo qual temos nos dedicado. Ele afirma: “porque, onde está o teu tesouro, aí estará também o teu coração.” (Mateus 6:21 RA). Nosso coração sempre estará envolvido com aquilo que damos maior valor. Sempre o ser humano investirá toda a sua dedicação naquilo que julga ser de grande importância. Podemos saber o que é correto. Podemos entender o que Deus espera que façamos. Mas no final das contas, na prática o lugar em que está o nosso coração é que vai revelar se nosso tesouro está nos prazeres deste mundo ou encharcado com os princípios de Deus para vida. Em que você tem investido seu tempo? Em que você tem dedicado o seu esforço? Com quem você tem se envolvido? A resposta a estas perguntas ajudarão você a descobrir qual de fato é o teu tesouro e onde ele está sendo guardado. Lembre-se: aquilo que o ser humano tem por mais valioso, é aí que dedicará sua atenção e esforço. Deus te abençoe. Pr. Éverton B. Pereira